OS EFEITOS DA GESTÃO DA QUALIDADE E DA GESTÃO AMBIENTAL SOBRE A VANTAGEM COMPETITIVA: UM ESTUDO DE MÚLTIPLOS CASOS NA REDE HOTELEIRA DE PIPA/RN

Priscilla Correia Pereira, Leilianne M. T. Silva Barreto, Pablo Flôres Limberger, Luiz Mendes Filho

Resumo


Com a mudança comportamental dos consumidores, que passaram a ser sensíveis às questões ambientais a partir da globalização, surge por consequência uma segmentação no mercado de pessoas que buscam empresas que adotam ferramentas e gestão para minimizar os impactos causados à natureza na produção e prestação de produtos e serviços ao mesmo tempo em que oferece estes com qualidade. Percebendo esta problemática, este artigo busca realizar uma análise sobre os impactos da gestão da qualidade e da gestão ambiental na competitividade na rede hoteleira de Pipa -Rio Grande do Norte, Brasil. A pesquisa tem uma abordagem de natureza qualitativa, exploratória, descritiva que utiliza um estudo de múltiplos casos com as três melhores pousadas avaliadas pelo usuário através do TripAdvisor. A coleta foi realizada com a utilização de roteiro de entrevista adaptado de modelo proposto por Molina-Azorín et al (2015). Os resultados indicam que a gestão da qualidade e a gestão ambiental permitem a melhoria da vantagem competitiva em termos de diferenciação. Além disso, a pousada que implementa programa de qualidade encontra menos obstáculos na implementação da gestão ambiental.

Palavras-chave


Hotelaria; Competitividade; Gestão da Qualidade; Gestão Ambiental; Pipa.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2018v15n1.797

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia