Festa: o dom do espaço

Marielys Siqueira Bueno

Resumo




As festas populares constituem um cenário importante e atraente da cultura. Muitas festas populares, em diferentes regiões do Brasil, evoluíram para uma apresentação elaborada, complexa, às vezes luxuosa. Essas festas supõem o acolhimento do “outro”, portanto, uma expansividade coletiva. Nelas a doação do espaço se completa com a doação de si mesmo estabelecendo uma dinâmica de reciprocidade. A festa do Boi-Bumbá de Parintins e a Cavalhada de Pirenópolis são exemplos de festas populares enquanto uma forma de ação coletiva por meio de uma organização estruturada de atividades. A despeito de várias influências elas persistem e se ampliam e a razão desse fortalecimento talvez explique os aspectos positivos da articulação da festa/acolhimento/convivialidade.



Palavras-chave


festas tradicionais; cultura popular; Festa do Boi-Bumbá; Cavalhada de Pirenópolis; hospitalidade;

Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia