Mapeamento do estado da arte sobre hostel no cenário luso-brasileiro (2015-2019)

Joyce Kimarce do Carmo Pereira, Christianne Luce Gomes

Resumo


Hostel, um fenômeno de nível mundial, é conhecido como um meio de hospedagem que disponibiliza espaços compartilhados por um valor reduzido. Trata-se de uma forma alternativa de hospedagem que, por princípio, facilitaria a interação entre os sujeitos que o compõem, e entre eles e o local/contexto visitado. Embora tenha alcançado crescimento mercadológico exponencial nos últimos anos, no contexto acadêmico as pesquisas sobre o tema ainda estão em processo de desenvolvimento. Nesse sentido, a presente investigação se dedica ao mapeamento do estado da arte sobre hostel no Brasil e em Portugal no período 2015-2019. A metodologia desta pesquisa qualitativa é exploratória-descritiva e foi baseada na catalogação e análise de dados por meio de bases previamente selecionadas, do Brasil e de Portugal. O mapeamento proposto teve como corpus investigativo um total de 130 produções, sendo selecionadas 62 de Portugal e 68 do Brasil. Os artigos são o tipo de publicação mais recorrente no Brasil, diferentemente de Portugal, que apresenta mais dissertações sobre hostels. Foi constatado que os sujeitos (proprietários e hóspedes) são o eixo central dos estudos stricto sensu. Em linhas gerais, o desenvolvimento de teses figurou como um avanço para o fenômeno, dada a inexistência desse tipo de investigação em anos precedentes à pesquisa. Apesar do turismo ser a área que mantém uma regularidade de publicações, e a multidisciplinaridade seja recorrente, para consolidar e qualificar o campo é necessário empreender pesquisas com características inter/transdisciplinares.


Palavras-chave


Hostel; Estado da arte; Turismo; Brasil; Portugal.

Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia