PRAIA DO FAROL, COTIJUBA (PA), PERCEPÇÕES E USO PELO TURISMO

Grasiela Silva Amorim, Vanessa Selles Guayanaz Almeida, Fabrício Lemos de Siqueira Mendes, Helena Doris de Almeida Barbosa, Juliana Azevedo Hamoy

Resumo


Os ambientes naturais, mais especificamente os litorâneos sofrem impactos positivos e deltérios devido a grande demanda de turistas por ambientes praianos. Este artigo analisa, através da percepção ambiental e turística dos moradores da Ilha de Cotijuba (PA), de que maneira a atividade turística está sendo praticada na Praia do Farol. E, quais os impactos negativos e positivos que estão sendo originados pela prática do turismo. O estudo foi realizado a partir da aplicação de questionários de caráter semiaberto e registro fotográfico. A pesquisa foi realizada na Ilha de Cotijuba, distrito de Belem (PA). Os resultados evidenciaram que há impactos negativos na praia do Farol, devido a presença de turistas e novos empreendimentos turisticos, podendo destacar a poluição e a modificação da área natural, para criação de novas pousadas e restaurantes. Porém a atividade turística na localidade possibilita a geração de trabalho e renda para a população local, contribuindo positivamente para a mesma. Os dados evidenciam que há necessidade de um planejamento estrutural que priorize desenvolver da melhor maneira o turismo na Ilha, coadunado com a preservação do meio natural, qualificação e otimização dos serviços oferecidos e assim possibilitar o desenvolvimento local e melhoria na qualidade de vida da população.


Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia