Cafeterias e Hospitalidade: uma análise bibliométrica das relações de comensalidade

Natália Mira Valle, Jefferson França, Vander Valduga

Resumo


As casas de café do século XV estavam intrinsecamente conectadas ao contexto social e político e, foram precursoras das cafeterias como se conhece atualmente. Esses espaços, além de atrativos turísticos, sempre exerceram importantes funções sociais e relações com a comensalidade, cujo conceito pode ser compreendido à luz da hospitalidade. Por meio de pesquisa preliminar, verificou-se que, praticamente, inexistem estudos que relacionem diretamente cafeterias ao conceito da hospitalidade. Desse modo, o estudo partiu da seguinte questão: que relações é possível estabelecer entre o ambiente de cafeterias e a hospitalidade pela perspectiva metodológica de revisão bibliográfica? O objetivo geral do estudo, portanto, é analisar relações da hospitalidade nas cafeterias, por meio de um estudo bibliométrico. A pesquisa se caracteriza, como exploratória de viés bibliométrico. Foi possível caracterizar cinco categorias apresentadas pelas cafeterias que se relacionam aos conceitos da hospitalidade, que versaram sobre o bem estar, o ambiente, a experiencia sensorial, a marca e a interação social. Desse modo, o estudo discorreu sobre as principais questões presentes na literatura relacionada ao ambiente das cafeterias e compreender como a hospitalidade torna-se um importante fator que envolve o bem receber, o consumo do produto e a motivação que leva os sujeitos aos ambientes das cafeterias.


Palavras-chave


Hospitalidade; Comensalidade; Café; Cafeterias; Estudo Bibliométrico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2020.v17n3.011

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia