A CONSTRUÇÃO HISTÓRICO SOCIAL DA HOSPITALIDADE MINEIRA E A PERCEPÇÃO DOS TURISTAS QUE VISITAM BELO HORIZONTE

Ana Paula Guimarães Santos de Oliveira, Natasha Regina Vieira Fonseca

Resumo


A hospitalidade é um traço intrínseco à humanidade, e diversas conceituações e abordagens expressam sua natureza ampla, complexa, por vezes, ambígua e paradoxal. Pesquisas recentes sobre nível de satisfação dos turistas que visitam a cidade de Belo Horizonte destacam a hospitalidade mineira positivamente. Desta maneira, questiona-se: Qual a acepção de hospitalidade mineira para os turistas que visitam Belo Horizonte? Os objetivos foram: Pesquisar o significado de hospitalidade para os turistas; Identificar quais traços simbolizam a hospitalidade mineira; Comparar esses traços com a construção histórico-social da afirmativa. A abordagem do estudo foi quantitativa, por meio de pesquisa bibliográfica e de campo. O instrumento de coleta de dados foi questionário tipo Survey. A análise foi executada via Microsoft Excel, e o software de análise qualitativo NVivo. O embasamento teórico foi estruturado a partir de alguns dos principais estudiosos da Hospitalidade, sendo: Mauss (1925), Derrida (2001), Montandon (2011), Camargo (2004), Chon & Sparrowe (2003), Lashley & Morrison (2004). Os resultados apontam que a percepção de hospitalidade mineira para os turistas está associada a características culturais, ao ato de acolhimento, ao bem receber, a culinária mineira, e a integração do turista ao meio visitado, o que se assemelha a construção histórico-social.


Palavras-chave


Hospitalidade; Hospitalidade Mineira; Percepção; Histórico social; Turismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2020.v17n3.004

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia