Uso de tecnologia no turismo cemiterial: Estudo sobre a visitação no Cemitério da Consolação, em São Paulo.

Dirceu Gonçalves Bittencourt, Tatiane Kaori Moromizato, Cynthia Correa

Resumo


No âmbito do turismo cemiterial, a tecnologia mostra significativa relevância para auxiliar os visitantes a obterem informações detalhadas sobre as personalidades sepultadas e obras de arte dos túmulos. Todavia, o turismo cemiterial ainda é pouco difundido no Brasil, sendo o cemitério da Consolação pioneiro na promoção de visitas turísticas. Nesse sentido, o objetivo geral deste artigo é o de analisar a situação atual do turismo cemiterial na visitação ao Cemitério da Consolação em São Paulo. O estudo, de caráter qualitativo, foi desenvolvido com base em revisão bibliográfica e documental, visitas ao cemitério e condução de entrevistas com os responsáveis pela administração do serviço de visitação e tecnologia presente na necrópole selecionada. Como resultados, observa-se que é necessária uma pesquisa detalhada de demanda e perfil dos visitantes interessados no cemitério da Consolação como atividade de lazer/turismo, para que se possa implantar um projeto baseado em tecnologia de Realidade Aumentada (RA) incentivando a promoção de visitas autoguiadas.

Palavras-chave


Turismo cemiterial; Arte tumular; Cemitério da Consolação; QR Code; Realidade Aumentada.

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2018v15n2.012

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia