O SENTIMENTO DE INVEJA SUSCITADO PELO CONSUMO DE PRODUTOS TURÍSTICOS DIVULGADO NO INSTAGRAM

Elnivan Moreira de Souza, Rebeca Maria Bruno Montenegro, Izabelle Quezado, Danielle Miranda de Oliveira Arruda

Resumo


Este artigo verifica o papel do sentimento de inveja no consumo de viagens a partir do conteúdo visualizado no Instagram. Para tanto, foi realizada uma pesquisa quantitativa por meio de survey e os dados foram tratados com auxílio dos softwares SPSS, para análise descritiva e validação das escalas, e AMOS, para análise das relações regressoras entre as variáveis observáveis e os construtos. Constatou-se que os integrantes da amostra da pesquisa são potenciais consumidores de viagens, pois as realizam e acessam o Instagram com frequência, mas não são pessoas que tem o sentimento de inveja como determinante. Conclui-se afirmando que a mídia social Instagram não suscita o sentimento de inveja dos seus usuários no que se refere ao consumo de viagens. Como contribuição, ressalte-se a validação das escala de Inveja e Identificação Social que ainda não haviam sido validadas no Brasil. Para estudos futuros, propõe-se verificar a influência do sentimento por meio de outras mídias sociais como Facebook e Twitter, além de outros nichos de mercado relevantes. Metodologicamente, indica-se o uso de abordagens qualitativas, apoiada por técnica como análise do discurso, pois essa possibilitará uma análise minuciosa, capaz de detectar lacunas não cobertas pela abordagem quantitativa.


Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2018v15n2.004

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia