TURISMO E O SEGMENTO PET FRIENDLY: UM ESTUDO SOBRE O SETOR HOTELEIRO DE BELO HORIZONTE/MGMG

Bruno Lima MACHADO, Daniela de Fátima Tolentino PEREIRA, Stephanie Garcias de OLIVEIRA, Tamyles Avelino da CUNHA

Resumo


Estabelecimentos pet friendly estão se tornando uma tendência de mercado devido ao aumento do número de animais de estimação nas famílias brasileiras, que muitas vezes são considerados como parte fundamental da mesma. No turismo isto não é diferente, existem turistas que dão preferência aos meios de hospedagem que permitem a presença de animais de estimação em seus estabelecimentos, ou seja, consideram-se pet friendly. Sendo assim, levando em consideração este novo aspecto que surge como novo serviço turístico, o presente artigo tem como objetivo principal analisar o mercado pet friendly em alguns meios de hospedagem de Belo Horizonte/MG. Como objetivos específicos: entender como os gerentes enxergam essa nova tendência de segmento, identificar quais serviços específicos são oferecidos a este público e quais os possíveis impactos que podem gerar no setor hoteleiro. Para tanto, foi utilizado a aplicação de entrevistas semiestruturada em três hotéis de Belo Horizonte/MG, portanto, é uma pesquisa de cunho qualitativo com abordagem exploratória. É possível concluir, de acordo com os achados da pesquisa, que o segmento pet friendly está em ascensão, ganhando cada vez mais adeptos a esse tipo de serviço, mostrando-se como um diferencial competitivo diante dos meios de hospedagem que não ainda oferece. Contudo, vê-se que ainda existem algumas restrições para receber os animais e, também, em relação à variação dos serviços.


Palavras-chave


Hotelaria; Pet friendly; Animais de estimação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2017v14n2.765

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia