TURISMO NAS PRAIAS DO FAROL: O OLHAR DA COMUNIDADE SOBRE AS PRÁTICAS DE HOSPITALIDADE

Renan de Lima da SILVA, Maria Luiza Cardinale BAPTISTA

Resumo


O presente texto apresenta resultados de uma pesquisa realizada na Universidade de Caxias do Sul, em nível de mestrado, sobre o turismo nas Praias do Farol, analisado a partir do olhar da comunidade, sobre as relações estabelecidas na atividade. A pesquisa teve como objetivos caracterizar as práticas turísticas nas Praias do Farol; descrever as relações estabelecidas entre os turistas e a comunidade; e observar e discutir os eventuais desdobramentos dessas relações e o turismo da localidade. Trata-se de estudo transdisciplinar, envolvendo as áreas: Turismo, Hospitalidade, Comunicação e Antropologia. A orientação metodológica é qualitativa, de cunho exploratório, com o desenvolvimento de revisão bibliográfica, observação participante com caderno e diário de campo e entrevistas abertas, gravadas e transcritas.Tem-se um panorama sobre as desterritoralizações da pesquisa, pensadas a partir de Baptista (2013); o turismo como manifestação cultural, entendido a partir de Geertz (1989); a característica das práticas turísticas das Praias do Farol, dividindo sazonalmente, segundo Arantes e Santos (2010); o espaço com a pesca e perpassado por características do estilo de vida do surf. Todos esses aspectos foram demonstrados a partir da descrição do turismo e da hospitalidade, segundo o olhar da comunidade. Estão associados aos desdobramentos das relações estabelecidas nas práticas turísticas, tendo como marca o fato de que o ‘localismo’ do surfe e a hospitalidade, baseada nas trocas de Marcel Mauss (2002), são fatores que ajudam na preservação dessa cultura.


Palavras-chave


Turismo; Cultura; Hospitalidad; Surfe; Subjetividade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21714/2179-9164.2017v14n2.767

 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia