A Transposição Do Conhecimento No Desenvolvimento Sustentável Do Turismo E O Papel Dos Observatórios De Turismo

Luiz Carlos Spiler Pena, Marutschka Martini Moesch

Resumo


O planejamento e a gestão do Turismo no contexto brasileiro são reféns da falta de criação de uma base de conhecimento mais bem fundamentada, segundo o rigor da produção do conhecimento científico, e que pressupõem sua abordagem voltada para o Turismo enquanto fenômeno social. A busca pela construção de um conhecimento sistematizado, focado para o desenvolvimento do turismo sustentável, significa olhar, observar o fenômeno a partir de seus diferentes objetos. O sentido dessa produção pode ser compreendido quando se reflete sobre os observatórios de turismo não como meros repositórios de dados ou informações, em geral como reflexo do avanço econômico do setor, mas quando sua criação pressupõem uma rede interdisciplinar permanente de discussão, com estudos e pesquisas focadas para o atendimento das demandas do planejamento turístico sustentável no território nacional. A reflexão produzida nesse artigo possui caráter ensaístico e experimental ao elaborar um pensamento sobre o que são e para que servem os observatórios de turismo e descrever o Projeto de Implantação do Observatório de Turismo do Distrito Federal como relato de uma experiência recente que se aproxima do que se cogita como observatório de turismo. Suas considerações finais não encerram a reflexão sobre o tema e reflete sobre os limites e possibilidades dos observatórios.


Palavras-chave


Planejamento; Observatório; Conhecimento científico; Turismo.

Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia