A cachaça e o turismo no território do vinho - RS/Brasil.

Vander Valduga, Camila Bizinelli, José Manoel Gonçalves Gândara, Franciele Manosso

Resumo


Em um território, em que a produção vinícola encontra centralidade e que tem no enoturismo seu principal produto turístico, um empreendimento produtor de cachaças desenvolve atividades turísticas que se diferenciam no contexto do município de Bento Gonçalves.  A partir disso, buscou-se investigar as estratégias de inserção desse empreendimento no cenário turístico do vinho e analisá-las a partir dos preceitos da economia da experiência, da sociedade dos sonhos e a partir de suas características inovativas. O empreendimento faz parte do projeto Economia da Experiência, desenvolvido pelo Ministério do Turismo em 72 empresas turísticas, na Região Uva e Vinho, Rio Grande do Sul. Para isso, buscou-se fazer uma investigação em profundidade, com entrevista e questionário, análise dos materiais de comunicação e dos produtos e serviços oferecidos pelo estabelecimento. Os resultados sugerem que o empreendimento busca atender aos preceitos da economia da experiência, aliando diferenciais como a emoção e a inovação por meio de distintas sensações. Visa proporcionar aos visitantes uma experiência turística diferenciada, fazendo uso de elementos tradicionais locais como as paisagens, mas atentando ao comportamento e as demandas dos novos consumidores do turismo que buscam experiências cada vez mais inovativas e memoráveis.


Palavras-chave


Economia da Experiência; Sociedade dos Sonhos; Cachaça; Turismo; Região Uva e Vinho/RS;

Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia