O “bem acolher” na prestação dos serviços turísticos de base comunitária do movimento de mulheres das Ilhas de Belém (MMIB), Belém-PA.

José Lúcio Bentes Nascimento, Eduardo Lima dos Santos Gomes, Jéssika Paiva França

Resumo


 

Este artigo analisa a hospitalidade no contexto do Turismo de Base Comunitária (TBC), apresentando a experiência do Movimento de Mulheres das Ilhas de Belém (MMIB) por tratar-se de uma organização social de gênero que vem desenvolvendo um trabalho de roteirização na ilha de Cotijuba, pertencente à região insular de Belém-PA. O objetivo central deste estudo foi avaliar elementos relacionados à hospitalidade durante a realização da trilha do MMIB, junto ao público de graduandos do 5º semestre do curso de bacharelado em turismo da Universidade Federal do Pará. A metodologia adotada envolveu estudos documentais e bibliográficos consistentes sobre as categorias TBC e hospitalidade, partindo da discussão de “espaço habitado”, favorável à compreensão de espaço compartilhado e propício a práticas de sociabilidade e interação entre homem e meio, apresentando como complementação metodológica a pesquisa de campo, cuja abordagem foi exploratória e qualitativa, envolvendo a observação participante. Ao término da investigação, foi possível identificar o papel de destaque apresentado pela hospitalidade local no processo de agregação de valor ao produto formatado pelo MMIB.

 


Palavras-chave


Hospitalidade. Turismo de Base Comunitária. Sociabilidade. Gênero.

Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia