Capacidade institucional para a gestão do turismo: definição de indicadores e análise com base no estudo de caso de Santa Catarina

Luciana Carla Sagi

Resumo


Trata-se de uma pesquisa exploratório descritiva, em forma de estudo de caso, resultado da dissertação intitulada “Capacidade Institucional para a gestão do turismo: um estudo de caso do Estado de Santa Catarina”, apresentada para obtenção do título de mestre no Programa de Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi no ano de 2006. Compreendendo a gestão organizacional ou institucional como um fator estratégico para a operacionalização do planejamento público do turismo, enfocou-se, portanto, as habilidades estaduais para tal função, com base na técnica de análise de capacidade institucional, desenvolvida por órgãos de desenvolvimento internacionais. Foi possível verificar que o Estado de Santa Catarina apresenta cultura do turismo forte e apresenta processo de regionalização marcado por seus aspectos sociais refletidos na cultura, economia e política, bem como nas características geográficas. Conclui-se que o Estado de Santa Catarina apresenta habilidades institucionais em desenvolvimento, com plena coerência entre a política estipulada e alto grau de potencial para sua consolidação.


Palavras-chave


Capacidade institucional. Gestão pública do turismo. Santa Catarina

Texto completo:

PDF


 Diretórios e Indexadores

 

REVISTA HOSPITALIDADE ISSN 1807-975X    e-ISSN 2179-9164

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia